sergipetradertour_logoTop
  • PAINEL CANION E ORLA POR DO SOL
  • Socorro
  • Neópolis
  • Itaporanga
  • Pacatuba

Japaratuba

JaparatubaJaparatuba

Localizado no Vale do Continguiba, o município de Japaratuba situa-se a 54 quilômetros da capital, Aracaju. Cidade que valoriza as tradições, mantém viva festas, como a das Cabacinhas, além dos grupos folclóricos e seu artesanato.

Japaratuba tem em seu passado econômico a exploração da cana-de-açúcar que motivaram o estabelecimento de engenhos em volta da Missão, o que explica o grande fluxo de escravos que recebia naquela época, chegando a ter sua população mais escrava do que de pessoas livres. Abrigou um dos mais importantes quilombos de Sergipe, que deu origem ao povoado Patioba.

Patrimônio Histórico

Alto do Lovradio

Alto do LavradioAlto do Lavradio

Ponto mais elevado da cidade, o Alto do Lavradio deu origem à cidade de Japaratuba. A história começa em 1668, quando frades tentaram catequizar os índios, entre eles o frei Antônio da Piedade, atividade reforçada em 1704, com a chegada dos religiosos da Irmandade dos Carmelitas Calçados, liderados pelo frei João da Santíssima Trindade.

Logo houve uma epidemia de varíola, forçando índios, religiosos e colonos sobreviventes a se mudarem para o Alto do Lavradio. Os religiosos construíram um convento e algumas casas, dando origem à missão de Japaratuba, que hoje é a cidade.

Banho do Prata

Banho do PrataBanho do Prata

Uma nascente de águas cristalinas localizada a seis quilômetros da sede é uma das principais atrações da cidade nos finais de semana. O Banho do Prata se tornou uma tradição entre os moradores locais e visitantes. No local são servidas comidas típicas, como a moqueca de peixe. Acampar ou fazer piquenique são boas opções para desfrutar toda beleza do local.

Igreja Matriz

Igreja MatrizIgreja Matriz

Maior monumento artístico e cultural da cidade, a Igreja Matriz Nossa Senhora da Saúde pode ser vista lá no alto, pelo turista, antes mesmo da sua chegada à cidade, quando ainda está na BR-101. O templo, inaugurado em 1882, foi construído durante as Santas Missões.

Os missionários iam até as pedreiras e voltavam em procissão, trazendo pedras para a construção da igreja.

Memorial Histórico e Cultural Dr. Octávio Acciole

MemorialMemorial

Instalado em um casarão do final do século XIX localizado na Praça da Matriz, o memorial foi fundado em 1996, com o objetivo de reunir e preservar a memória da cidade. Com seu interior decorado com pinturas que retratam paisagens rurais (Afrescos), seu acervo é composto de peças religiosas e de famílias dos proprietários dos antigos engenhos, fotos da cidade, personalidades, quadros e indumentárias de grupos folclóricos.

Pedreiras

PedreirasPedreiras

Em Japaratuba, as pedreiras ainda são bastante utilizadas. Uma delas se destaca pelas preciosidades paleontológicas que vem revelando: fósseis marinhos de 100 milhões de anos, conforme atestam os estudos. Tal informação evidencia que havia mar no local.

Artesanato

Artesanato de Japaratuba

ArtesanatoArtesanato

A excelência dos produtos artesanais de Japaratuba é conhecida dentro e fora do Brasil, bem como sua diversidade e preços. Tradição passada de geração em geração, os artesãos produzem telas, rendas, tricô, bordados, rendendê, crivo, linho, tecelagem, rede de pesca e jererê. Alguns artesãos se destacam pelos trabalhos produzidos em tábuas, bambu e cipó, criando peças como bolsas, vassouras, cestos, chapéus, entre outros.

Festas

Festa da Padroeira

Nossa Senhora da SaúdeNossa Senhora da Saúde

No dia 8 de dezembro, o município celebra e homenageia a sua Padroeira, N. Senhora da Saúde. Novenas, missas, procissão são realizadas. Shows musicais também fazem parte da programação.

Festa de Santos Reis e São Benedito e Guerra das Cabacinhas

Festa de ReisFesta de Reis

Sempre realizada na primeira semana de janeiro, é a mais tradicional das festas da cidade, quando ocorre grande manifestação cultural e folclórica, com destaque para a coroação do rei e da rainha do Cacumbi, ponto apoteótico da festa. Missas e procissão são realizadas durante os dias de festividade. A guerra das cabacinhas integra a programação, causando muita adrenalina em quem participa e muita diversão a todos.

Festejos Juninos

Quadrilha JuninaQuadrilha Junina

Os festejos juninos chegam ao município no dia 31 de maio. A Sarandagem abre a festa saudando a São João com cânticos, danças e fogos. Durante o período junino as ruas ficam enfeitadas com bandeirolas multicoloridas e balões. Arraiás são montados e shows de forró acontecem nos principais bairros da sede, animados por trios pé-de-serra e fogos de artifícios.

Festival de Arte Arthur Bispo do Rosário

Festival de ArteFestival de Arte

O Festival de Artes Artur Bispo do Rosário, que acontece sempre em janeiro, já se consagrou como a maior manifestação cultural do Vale do Cotinguiba, com a realização de palestras, shows, teatros e apresentações de grupos folclóricos, que desfilam em cortejo pelas ruas, contando a história de um povo.

Arthur Bispo do Rosário foi um dos artistas mais controversos da cultura nacional. Nascido em Japaratuba no ano de 1909, deixou sua terra natal na década de 20 para alçar novos vôos no Rio de Janeiro, onde ingressou na Marinha.

Esquizofrênico e paranoico, o artista passou 50 anos internado em uma clínica psiquiátrica, onde desenvolveu o seu talento, fundamentando suas criações pela lógica da loucura. Utilizava elementos do cotidiano para “reconstruir o universo”.

Lúcio TelesObra de Arthur Bispo do RosárioObra de Arthur Bispo do Rosário

Suas obras eram feitas com lençóis, sucata e linha que ele desfiava do uniforme dos internos.  Ele dizia que suas obras eram para “ofertar ao Deus todo-poderoso no dia do juízo final”. Seu trabalho é reconhecido internacionalmente. Sua ossada está sepultada em Rosário do Catete, em monumento erguido em sua homenagem.

Folclore

Folclore de Japaratuba

FolcloreFolclore

Peculiar em Japaratuba é a diversidade dos grupos folclóricos, cuja riqueza cultural é reconhecida internacionalmente. É um dos municípios mais ricos do estado quando o assunto é folclore, graças à influência da cultura negra. Destacam-se entre os grupos folclóricos o Cacumbi e o Maracatu de Dona, mas eles são muitos mais: Maculelê, Zabumba, Reisado, Guerreiro, Chegança e Pastoril.

SECRETERARIA DE CULTURA E TURISMO (79) 3272-3217

  • Verdear Turismo Sustentavel
  • Wania Macedo Eventos
  • Governo de Sergipe
  • Uniao Panificaçao
  • PORTAL DE RESERVAS
  • Sandrin
  • Abrajet-se
  • Algas Marinhas
  • Pousada Panorâmica
  • Sal e Brasa
  • Churrascaria do Pirata
  • Maria Luiza
  • Restaurante Pirambeleza
  • Disloc
  • Locave
  • Hotel da Costa
  • Banco do Nordeste
  • Pousada Vitória
  • Hotel Pousada do Sol
  • Deguste Pizzaria
  • Infonet
  • Professor Gena
  • Prefeitura de Aracaju
  • New Hakata
  • Alex Vídeo
  • Duplichaves
  • Via mar
  • O miguel
  • Sergipe Encantador
  • Jatobá Praia Hotel
  • Xingó Parque Hotel
  • ABAV
  • Sebrae
  • RB 1000
  • Disk Brindes
  • Pizza d'Oro
  • Ponto da Picanha
  • Real Classic Hotel
  • Açaí show
  • BY JAQUE
  • Del Canto
  • Rei da Sopa
  • Vip Tur
  • Bar do Alves
  • Senac
  • Aracaju Convention
  • Aruanã Praia Hotel
  • S&z comunicaçao
  • Museu da Gente Sergipana
  • Emsetur
  • Izabel Souza


Tel: 79 3043-1045 | 79 9942-5557
contato@sergipetradetour.com.br